.:: Junta de Freguesia de Bunheiro - Murtosa ::.
Este website utiliza cookies para lhe proporcionar uma melhor experiência de navegação e aumentar a usabilidade do mesmo. Para aceitar o uso de cookies basta continuar a navegar no website. Para mais informação consulte a informação sobre Politica de Privacidade e Política de cookies do site.
Aceitar
Início
Quarta-Feira, 24.4.2024
 
Contacte-nos
Farmácias
Caracterização/Censos
 

HISTÓRIA DO BUNHEIRO

É de crer que o nome do Bunheiro, aparecendo documentado em 1420 como «Boinheiro» ou «Boynheiro», advenha de bunho, planta comum na região marinhoa onde a freguesia se encontra, espaço de aluvião que a natureza conquistou ao mar. Contudo o seu território terá conhecido presença humana muito antes de estar documentado, pois o topónimo Romariz sugere ter existido ocupação no período suevo/visigodo.

No século XVI, fruto da descoberta das Américas, foi introduzida na Europa a cultura do milho grosso, que se adaptou perfeitamente ao solo marinhão. Em breve o seu cultivo viria a suplantar o de todos os outros cereais, aumentando a capacidade produtiva e a população regional. Em complemento do milho, ainda hoje cereal dominante, desenvolveu-se a criação de gado bovino, produzindo-se grande quantidade de leite para abastecer a indústria de lacticínios, forte na região.

O Bunheiro integrou o Couto de Antuã doado em 1257 pelo Rei D. Afonso III ao Mosteiro de Arouca, de cuja autoridade se libertou com a implantação do regime liberal na primeira metade do século XIX. Pertencendo ao concelho de Antuã, depois designado de Estarreja, veio a ser incluído no novo concelho da Murtosa com a sua criação em 1926. Constituiu-se originalmente de dois grandes núcleos – Bunheiro e Sèdouros -, ainda hoje distintos, sendo que a fundação da paróquia (curato desmembrado da reitoria de Avanca) teve origem no final do século XVI. Os caminhos da fé, aqui bem presentes, viriam a moldar personalidades marcantes, entre elas dois bispos: D. Frei Manuel de S. Joaquim Neves, O.P. (1775-1849), arcebispo de Cranganor – Índia; e D. Júlio Tavares Rebimbas (n. 1922), bispo do Algarve, Auxiliar do Cardeal Patriarca de Lisboa, de Viana do Castelo e do Porto.

M. P.

 
Notícias
SARAU 50 anos 25 abril 4ª feira 24 de abril pelas 21h30
SARAU 50 anos 25 abril 4ª feira 24 de abril pelas 21h30
Futebol Norte vs Sul, 10 horas no Campo de Jogos da ACB 25 abril
Futebol Norte vs Sul, 10 horas no Campo de Jogos da ACB 25 abril
Mapa Google
Visitas
.::Visitas::.
Hoje: 716
Total: 1504641
Início Autarcas Freguesia Informações Notícias Mapa do Portal Contactos Política de Privacidade
Junta de Freguesia de Bunheiro - Murtosa © 2009 Todos os Direitos Reservados
Desenvolvido por FREGUESIAS.PT
Portal optimizado para resolução de 1024px por 768px